BRILHO DO SEU OLHAR

“Uma linda alma
de raro coração.
Possui a calma
e a determinação.
Um bem indiscutível
se revela.
Vindo dela
pelo brilho do olhar.

Um encanto nítido.
Um ser cheio de graça.
Faz, no mínimo,
a vida ganhar asas.
Uma descoberta incrível
ao estar com ela.
Abro a janela,
vem o brilho do seu olhar.

Um iluminado e feminino ser
de impensáveis adjetivos.
Um jeito simples de ser
que cativa todo ser vivo.
Busca a paz na areia da praia
e no ar que a vida dá.
Seu templo é o mar
que aviva o brilho do teu olhar.

Um tempo que não corre
ao estar junto dela.
Um querer que não morre
com o pensar nela.
Ela é intensidade e um amar
que lima qualquer defeito.
Há de ser eterno no peito,
ela e o brilho do seu olhar”.

(Mael Júlia)

Imagem: Encontro com Cristo

ASTRO OPACO

“Sobre essa cama, há um céu estrelado.
E cada estrela me observa e guarda.
Elas me fazem companhia e me permite que meu imaginário vá muito além delas.
Na mesma medida que a tua mão e teu carinho estão cada vez mais longe.
Um olhar antes brilhante, se revela sem raiz, imerso no desconhecido, e preso ao que não te traz Luz.
Minhas mãos atadas e meu sono perdido, são a perfeita tradução do que é angustiante.
Meu passo preso à sua boa vontade, e meu sonho atrelado à sua indiferença.
Sobre essa cama, sou como cada estrela: frio.
Elas me olham por horas à fio.
E eu, apenas observo o quanto do meu tempo vai pelo ralo.
E vejo também o sentido que havia em tudo que eu mais amava se esvanecer.
Sobre essa cama, sou um astro opaco, sem brilho.
Procurando, como um cego atravessando a rua, uma Luz pra minha vida, que me traga apenas paz.”

(Mael Júlia)

Imagem: Mega Curioso

DESEJO COM POUCAS RIMAS

“Desejo
Meu olhar no seu
Seu beijo misterioso
Seu andar
Tua voz dizendo
Que me quer
Que me ama
Com a calma
Habitual
Que te guia

Desejo
Minhas mãos
Segurando as tuas
Seu corpo nu
Colado ao meu
Em ebulição
Atração
Inevitável
Impulso fatal
Dois perdidos
no espaço sideral

Desejo
Sol e chuva
Mar e neve
Folhas caídas
Flores na mesa
Imenso lago
Vinho na sala de estar
Dança inebriante
Risos pelo ar
Brilho em teu olhar
Meu coração satisfeito
Dois seres
E o amor que transborda
Dentro da casa
Ou onde passarmos
O mundo mais belo
E a vida, sublime
Tudo partindo
De concretizar
Esse imenso
Desejo.”

(Mael Júlia)

Imagem: teamarassim.blogspot.com

VIESTES DE ONDE?

wp-1497920135254.jpg

“Viestes talvez de uma nuvem branca
ou da água pura de uma tempestade.
Ou de um detalhe oculto nos astros
que esclarece toda uma verdade.
Uma razão.
Uma questão.
Viestes de onde?

Viestes possívelmente da luz do sol
ou do encanto noturno do luar.
Ou do átomo preciso de um ser
que possui o dom de incendiar.
Um coração.
Mesma questão.
Viestes de onde?

Viestes certamente de uma luz sagrada
que enfeita os dias e interfere nas vidas.
Viestes destinada a espalhar sementes
De flores, de amores ou coisa parecida.
Revelação.
Expressão.
Viestes de onde?”

(Mael Júlia)

Imagem: Pinterest

FLOR DO MEU JARDIM

wp-1497920360637.jpg

“Tu és
Fragmento de estrela
Bela e iluminada
Cores raras em tela
Café de minha morada
Donzela singela
Versos de minha toada

Tu és
Pessoa de se doar
Ser de acontecer
Amor de transbordar
Abraço de acolher
Segredo a se revelar
Certeza de um querer

Tu és
Poesia a declamar
Vestido de cetim
Sorriso de embelezar
Aroma de jasmim
Sonho de te regar
Flor do meu jardim”

(Mael Júlia)

Imagem: Pinterest

DE TANTO TE QUERER

como-manter-o-desejo-mesmo-em-um-relacionamento-longo-1000x500

“De tanto te querer,
guardei esse desejo.
Sua imagem no pensar,
louco por seu beijo.
Eu, sonhando;
E você, em algum lugar.
Não sei se sabes,
nem se irá saber.

De tanto te querer,
ofusquei meu olhar.
Mãos querendo te tocar,
e, em meu abraço, te guardar.
Eu, desejando;
E você, sem me conhecer.
Não sei se queres,
nem se irá querer.

De tanto te querer,
te eternizo em poemas.
Sonhos, talvez platônicos,
onde tu serás o tema.
Eu, em segredo, amando;
E você, sem nada a me dizer.
Não sei se me esperas,
ou nada irá acontecer.”

(Mael Júlia)

Imagem: Jornal Ciência

ESTRELA MORENA

“Reluziu naquele lugar
Uma estrela de raro encanto.
Lindo anjo de belo olhar
Sobre mim, enquanto canto.
Sem dizer uma só palavra
Acendeu o meu querer.
E ao notar-te desarmada
Quis estar perto de você.

Descobri em seu olhar
Um mistério fascinante
Um enigma a desvendar
Numa beleza estonteante.
Há algo em tua essência
Que posso chamar de abrigo.
Aumenta minha querência
De ter o céu e a lua contigo.

Resplandeceu um sorriso
Cuja luz entrou em mim.
Brilho intenso e preciso
Como seu cheiro de jasmim.
Pelo ar, tua voz soou
E me invadiu feito canção.
De assalto, você me tomou
E agora estás em cada refrão.

Morena com brilho de estrela.
Justificou a minha alegria.
Estrela de pele morena.
Fez de minha noite, um belo dia.
Desfrutarei de tua presença,
seus beijos e segurar tua mão.
Ou perecerei por tua ausência
e seu lugar vago em meu coração”.

(Mael Júlia)

Imagem: opovodasestrelas.blogspot.com